GUIA DO ARQUIVO RUTH CARDOSO

O Arquivo Ruth Cardoso, preservado na Fundação iFHC, contem os documentos que a titular reuniu ao longo de sua vida e encontram-se hoje disponíveis para consulta. Trata-se de um conjunto que reflete suas funções nos âmbitos familiar, acadêmico e político, englobando o período em que foi primeira dama do Brasil.

O arquivo soma quase 3.000 documentos, de gênero textual, iconográfico e audiovisual, contando também alguns objetos. Desse universo, a grande maioria pode ser livremente examinada, havendo uma parcela de 15%, formada sobretudo por correspondência pessoal, ainda sob reserva.

Do ponto de vista arquivístico, esses documentos constituem o que se convencionou chamar de fundo fechado, pois suas balizas cronológicas coincidem com as datas que delimitam a própria existência da titular, entre 1930 e 2008.

A presença de documentos que extrapolam tais balizas, comum nos arquivos pessoais, pode ocorrer, por exemplo, pelo apego aos antepassados, por razões de ordem afetiva ou pela existência de vínculos geracionais. E há também aqueles que foram produzidos e reunidos após a morte da titular, sobretudo biografias e homenagens, que completam e esclarecem o arquivo por ela acumulado.